(21)2637-8847 / 99788-2647
Escolha uma Página

O professor e doutor Paulo Helene, titular da Poli-USP (Escola Politécnica da Universidade de São Paulo) sustenta a tese de que o concreto armado é umas das grandes invenções que transformaram o século 20.

Professor e doutor Paulo Helene, durante entrevista na SindusCon – SP

Em 2015 durante o Seminário sobre patologias na construção, promovido pelo departamento de engenharia civil da UFPR, ele explicou o porque disso:

“O concreto criou a arte de projetar e construir estruturas. As obras, antes limitadas à alvenaria estrutural, ganharam novas alternativas geradas pelo concreto armado. As estruturas passaram a não depender mais das paredes de vedação e isso mudou o curso da história. Vieram os prédios com vários pavimentos – isso após a invenção do elevador – e uma série de outras transformações. O concreto armado é umas das grandes invenções que transformaram o século 20”

O concreto foi patenteado em 1892 na Suíça, sendo a primeira ponte de concreto usando o método de reforço construída em 1894 em Wiggen, na própria Suíça.

É a partir deste ano que o concreto passou a se incorporar às cidades, propiciando transformações na engenharia e na arquitetura, e mudanças radicais na cena urbana. 

Helene afirma também que o concreto armado deu nome a Engenharia:

“Foi na Roma antiga, por volta de mil anos antes de Cristo (1.000 a.C) que nasceu o termo engenheiro. Antes, só havia o arquiteto. E esse profissional, o arquiteto, sempre esteve mais valorizado que o engenheiro, até o surgimento do concreto armado.

O concreto passou a exigir especializações da engenharia, para conseguir trabalhar com suas várias resistências, suas várias massas específicas, seus vários módulos. Isso ficou ainda mais evidente após a invenção do concreto protendido, a partir de 1928”, 

concreto na roma antiga
Panteão (Roma)

Ainda segundo o Dr. Heleno, o concreto revolucionou o mundo, criando obras para a posteridade:
“Se constrói hoje para 200 anos de duração. Por isso que costumo dizer que o concreto é o melhor amigo do homem”

E continua:
“Durante quatro mil anos a humanidade só conheceu madeira, argila, rocha e concreto simples. Esse material, que usava cimento simples, à base de cal e pozolana, foi criado na Roma Antiga e sua obra mais emblemática é o Panteão de Roma” .

Se a importância do concreto ainda não é clara para você, a Royal Society of Chemistry, (nada menos que a principal comunidade química do mundo) tem o concreto como o material mais consumido no mundo.